Busca de navegação

Navegação

Busca

Siga-me por RSS Siga-me no Facebook Siga-me no Twitter Siga-me no LinkedIn Siga-me no Google+

Organizadores da IV Bienal Internacional do Livro de Alagoas lançam programação

Janayna Ávila


Maceió, AL - Ao anunciar as novidades da IV Bienal Internacional do Livro de Alagoas, a diretora da Edufal, a editora da Universidade Federal de Alagoas, Sheila Maluf, destacou que “nesta edição a prioridade será a democratização da leitura”. Para isso, o evento, que acontece de 30 de outubro a 08 de novembro, traz oficinas de inclusão como leitura em braile e libras, além de atividades especialmente criadas para pessoas com deficiência intelectual e múltiplas. O site oficial da Bienal também terá todo o seu conteúdo disponibilizado em áudio. Assim, ressaltou Sheila, “as pessoas com deficiência visual poderão ter acesso à programação do evento”.

A apresentação da programação da Bienal aconteceu na última quinta-feira, 24, durante um prestigiado café da manhã que reuniu imprensa, patrocinadores e demais parceiros. O patrono desta edição será o jornalista e teórico da Comunicação José Marques de Melo.

A IV Bienal Internacional do Livro de Alagoas, que integra as comemorações do Ano da França no Brasil, terá a participação de 300 editoras, com a exposição de cerca de 20 mil títulos. Estão programados mais de 100 lançamentos, sendo 70 apenas da Edufal, além de 52 oficinas, 85 palestras e bate-papo com autores, e a apresentação de cinco espetáculos teatrais e três performances. Entre as atrações paralelas foi anunciada a instalação do maior livro do mundo (uma edição de O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry) e também das maiores caça-palavras e palavra cruzada do mundo. A organização do evento estima que, este ano, 130 mil pessoas visitarão a Bienal.

A programação contempla ainda a realização de dez eventos, como o Fórum Ibero-americano de Editoras Universitárias, o II Colóquio Internacional Brasil x Áfricas: Artes, Culturas e Literaturas, o Seminário Comemoração dos 220 Anos da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão.

Entre as presenças internacionais já confirmadas estão os escritores Ignacy Sachs (França), Ignácio Berdugo (Espanha), Ondjaki (Angola), Mário Castillo Mendéz (Costa Rica), Richard Uribe e Juan Felipe Córdoba Restrepo (ambos da Colômbia) e Guillermina Araiza (México). Do Brasil, participam desta edição da Bienal os escritores Ruy Castro, Heloísa Seixas, Ignácio de Loyola Brandão, Rubem Alves, Geraldo Carneiro, Salgado Maranhão, Ana Paula Pedro, Dermeval Saviani, Luis Schettini Filho, Celso Antunes, José Carlos Libâneo, Olívia Byington, Jessier Quirino, Vilmar Berna e Maitê Proença.



Fonte: Portal Literal.

Informações Adicionais

Our website is protected by DMC Firewall!